A educação ambiental na formação docente em escolas rurais no município de Porto Velho-RO

Autores

  • Bianca Morais Mendes Universidade Federal de Rondônia https://orcid.org/0000-0002-5441-305X
  • Clarides Henrich de Barba Possui Licenciatura em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1982),Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Rondônia (1989), Mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (1996) sob orientação do Prof. Dr. Glenn Walter Erickson. Doutor em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) sob a orientação da Profª Drª Rosa Maria Feiteiro Cavalari, tendo como tese: "Ambientalização Curricular” no ensino superior: o caso da Universidade Federal de Rondônia- campus de Porto Velho. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal de Rondônia, Foi chefe do departamento acadêmico de Filosofia da Universidade Federal de Rondônia. É Professor do Curso de Graduação em Filosofia e atua com as disciplinas de Introdução à Filosofia, Filosofia da Educação, Ensino da Filosofia, Metodologia da Pesquisa Científica. Na Pós-Graduação, leciona a disciplina de Educação Ambiental e Práticas Educativas no Programa de Mestrado e Doutorado Profissional (Linha de Pesquisa: em Formação de Professores) com a disciplina de Fundamentos Filosóficos, Antropológicos e Sociológicos da Educação e no Mestrado Acadêmico em Educação (linha de Pesquisa em Políticas Públicas e Gestão Educacional) atua na disciplina de Educação e Desenvolvimento Amazônico. É pesquisador em Educação Ambiental, Ética e cultura amazônica em Educação Ambiental, Políticas Públicas em Educação Escolar e em Educação Ambiental. Orienta pesquisas em Educação Ambiental e Ambientalização Curricular. Faz parte do Grupo de Pesquisa CIEPES (Centro Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Educação e Sustentabilidade, localizado na Universidade Federal de Rondônia. https://orcid.org/0000-0002-2950-9033

DOI:

https://doi.org/10.26568/2359-2087.2022.6368

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Formação Docente. Escolas Rurais.

Resumo

O objetivo é o de analisar a formação docente em educadores ambientais que atuam em Escolas rurais do município de Porto Velho-RO, localizadas no distrito de Jaci-Paraná, o Colégio Tiradentes da Polícia Militar II; no Núcleo Urbano Nova Mutum Paraná, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Nazaré e no distrito de Abunã, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Marechal Rondon. A metodologia utilizada foi a pesquisa teórico-descritiva qualitativa na abordagem do materialismo histórico-dialético, em uma perspectiva da Educação Ambiental Crítica. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista com seis diretores, três coordenadores e 20 professores, sendo utilizado para a análise dos Dados, a Análise Textual Discursiva (ATD) por meio da descrição, interpretação e argumentação. Os resultados apontam que 55% dos professores não tiveram nenhum tipo de formação docente inicial em Educação Ambiental nas Universidades, bem como não a recebem na formação continuada. As conclusões apontam que as políticas públicas do município necessitam ser desenvolvidas por meio de uma melhoria no processo formativo em Educação Ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Morais Mendes, Universidade Federal de Rondônia

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Rondônia, especialista em Gênero e Diversidade Escolar, graduada em Ciências Biológicas e Pedagogia. Tenho experiência na área de meio ambiente, educação ambiental, planejamento e execução de aulas do infantil, ensino médio e ensino superior.

Clarides Henrich de Barba, Possui Licenciatura em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1982),Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Rondônia (1989), Mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (1996) sob orientação do Prof. Dr. Glenn Walter Erickson. Doutor em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) sob a orientação da Profª Drª Rosa Maria Feiteiro Cavalari, tendo como tese: "Ambientalização Curricular” no ensino superior: o caso da Universidade Federal de Rondônia- campus de Porto Velho. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal de Rondônia, Foi chefe do departamento acadêmico de Filosofia da Universidade Federal de Rondônia. É Professor do Curso de Graduação em Filosofia e atua com as disciplinas de Introdução à Filosofia, Filosofia da Educação, Ensino da Filosofia, Metodologia da Pesquisa Científica. Na Pós-Graduação, leciona a disciplina de Educação Ambiental e Práticas Educativas no Programa de Mestrado e Doutorado Profissional (Linha de Pesquisa: em Formação de Professores) com a disciplina de Fundamentos Filosóficos, Antropológicos e Sociológicos da Educação e no Mestrado Acadêmico em Educação (linha de Pesquisa em Políticas Públicas e Gestão Educacional) atua na disciplina de Educação e Desenvolvimento Amazônico. É pesquisador em Educação Ambiental, Ética e cultura amazônica em Educação Ambiental, Políticas Públicas em Educação Escolar e em Educação Ambiental. Orienta pesquisas em Educação Ambiental e Ambientalização Curricular. Faz parte do Grupo de Pesquisa CIEPES (Centro Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Educação e Sustentabilidade, localizado na Universidade Federal de Rondônia.

Doutor em Educação Escolar, Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho-RO, Brasil.

Referências

BARBA, C. H., CAVALARI, R. M. A Temática Ambiental na formação de Professores nos cursos de licenciatura da Universidade Federal de Rondônia: um estudo de caso no Campus de Porto Velho. Revista Exitus, vol. 8, nº. 3, p. 280-309, 2018.

BAUMGRATZ, N.D.P. Educação ambiental além dos muros da escola: uma experiência no Parque Nacional do Itatiaia. Dissertação. (mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente). UniFOA, Volta Redonda, 2014.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telomo Morinhi Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 2010. Disponível em:https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm. Acesso em 19 mar. 2022.

BRASIL. Lei nº 9.795/99, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm. Acesso em 10 fev.2022

BRASIL. Política Nacional do Meio Ambiente: Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981 Brasília, DF, 1981.

BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nacional: Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. 11 ed. Brasília: Câmara dos Deputados, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm

BRASIL. Resolução nº 2, de 15 de junho de 2012 Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Brasília, MEC, 2012

CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 6 ed., São Paulo: Cortez, 2012.

CARVALHO, L.M. A Temática ambiental e o processo educativo: dimensões e abordagens In: CINQUETTI, H. C. S; LOGAREZZI, A. (orgs.) Consumo e resíduo?: fundamentos para o trabalho educativo. São Paulo: EdUFSCAR, 2006, p. 19-41.

GATTI, B.A. (org.) O trabalho docente: avaliação, valorização, controvérsias. São Paulo, Fundação Carlos Chagas, 2013.

GUIMARÃES, M. A formação de educadores ambientais. Campinas: Papirus, 2004.

GUIMARÃES, M. Educação ambiental: no consenso um debate? Campinas, Papirus, 2000.

GUIMARÃES DE PAULA, M. V.; SANTANA, C. F. de; PATO, C. M. L. Tessituras sobre a educação do campo e a educação ambiental para valorizar o espaço camponês. EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação, [S. l.], v. 7, n. 17, p. 469–484, 2020. DOI: 10.26568/2359-2087.2020.3920. Disponível em: https://periodicos.unir.br/index.php/EDUCA/article/view/3920. Acesso em: 22 jan. 2023

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9.ed., São Paulo: Cortez, 2010.

LEFF, E. Ambiente, interdisciplinariedad y currículum universitário: la educación superior en la perspectiva del desarrolho sustentable. In: ALBA, A. (org.) El curriculum universitário: de cara al nuevo milênio. México: Universidad Nacional Autónoma de México, 1997, p. 205-211.

MACHADO, M.M.A. A Educação Ambiental em Escolas Públicas do município de Ariquemes: um olhar na prática educativa. 174 f; Dissertação (Mestrado em Educação), Porto Velho, Rondônia, 2018.

MANACORDA, M.A. Marx e a Pedagogia Moderna. 2. ed., Campinas, Alínea, 2010.

MARIN, A. Pesquisa em educação ambiental e percepção ambiental. Revista Pesquisa em Educação Ambiental, v. 3, n. 1, 2008, p. 2003-22.

MERCADO, M. T. B. Dimensión ambiental y curriculum universitário. In. ALBA, A. (org.). El curriculum universitário: de cara al nuevo milênio. México: Universidad Nacional Autónoma de México, 1997, p. 212-219.

MORAES, R.; GALIAZZI, M.C. Análise textual discursiva. Ijuí, RS: UNIJUÍ, 2007.

MORALES, A.G. A formação do profissional educador ambiental: reflexões, possibilidades e constatações. 2 ed. Ponta Grossa, PR: UEPG, 2012.

MORET, A.S. Hidrelétricas no Rio Madeira: reflexões sobre impactos ambientais e sociais, 2011. Disponível em: http://www.eumed.net/rev/oidles/07/smgg.htm. Acesso em 18 de nov. de 2022.

OLIVEIRA, L. A.; BRASILEIRO, T. S. A. As (novas) DCNs para o curso de licenciatura em pedagogia: limitações à promoção da educação para a sustentabilidade. EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação, [S. l.], v. 9, p. 1–28, 2022. DOI: 10.26568/2359-2087.2022.6542. Disponível em: https://periodicos.unir.br/index.php/EDUCA/article/view/6542. Acesso em: 22 jan. 2023.

PIMENTA, S.G.; GHEDIN, E. (Org.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002, p. 17-52.

RONDÔNIA. Secretaria de Estado da Educação. Referencial Curricular de Rondônia: Ensino Fundamental. 2013.

SAVIANI, D., Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações 11.ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2011. (Coleção educação contemporânea).

SANTOS, S.O.; SOUZA, M.M. Educação do campo: alguns apontamentos sobre as políticas públicas e o fechamento de escolas do campo no município de Rolim de Moura RO. Anais da 2ª Reunião Científica Regional Norte da ANPEd, 2018. Rio Branco: UFAC, 2018.

SEVERINO. A.J. A busca do sentido da formação humana: tarefa da Filosofia da Educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.3, p. 619-634, set./dez. 2006.

TRAJBER, R. Cidadania e consumo sustentável: nossas escolhas em ações conjuntas. In: Mello, Soraia Silva de TRAJBER, Rachel. Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, 2007, p. 144- 152.

TRISTÃO, M. A educação ambiental na formação de professores: A educação ambiental na formação de professores redes de saberes. São Paulo/Vitória: Annablume, Facitec, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 4. ed., Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

TOZONI-REIS, M.F.C. Educação ambiental: natureza, razão e história. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

Downloads

Publicado

30/12/2022

Como Citar

MENDES, B. M.; BARBA, C. H. de. A educação ambiental na formação docente em escolas rurais no município de Porto Velho-RO . EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação, [S. l.], v. 9, p. 1–22, 2022. DOI: 10.26568/2359-2087.2022.6368. Disponível em: https://periodicos.unir.br/index.php/EDUCA/article/view/6368. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Científicos