A dinâmica do desembarque pesqueiro pelos registros dos intermediários do Mercado Cai n’água em Porto Velho-RO

Igor Rechetnicow Alves Sant’Anna, Edson Rubens Ferreira Rodrigues, Kassio Pereira das Neves, Danielle Mendonça Pinto, Carolina Rodrigues da Costa Doria

Resumo


A obtenção de dados por meio de monitoramento é fundamental para o conhecimento do estado dos estoques pesqueiros, para o planejamento e ordenamento da atividade. Contudo, na Amazônia, os desembarques são minimamente quantificados e/ou qualificados. O objetivo desse trabalho foi testar o uso dos registros dos intermediários para caracterizar a dinâmica pesqueira e aspectos ecológicos dos recursos pesqueiros explotados em Porto Velho, porção média do rio Madeira, em três fases (pré-barramentos, fechamento dos barramentos e pós-barramentos). Os registros da produção desembarcada entre as fases demostraram que houve: 1) diminuição na produção pesqueira desembarcada nesse mercado na fase III; 2) aumento de espécies das ordens Siluriformes e Osteoglossiformes; 3) queda dos registros de peixes detritívoros e aumento de piscívoros; 4) aumento de migradores de média distância e sedentários. Os resultados demostram que os registros feitos pelos intermediários do mercado Cai n’Água podem refletir tendências observadas na atividade pesqueira na porção média do rio Madeira.

Palavras-chave


Pescaria de pequena escala; Composição específica; Pescarias com dados limitados

Texto completo:

PDF


Contador de Acessos/ Access Counter


Mapa de Acessos/ Access Map